Notas sobre o Rio-de-Janeiro.

Postergo o post sobre a viagem para o Rio há muitos meses. Foi uma semana tão rica que é difícil selecionar as fotos para um post. Ficamos na casa da Mariana e do Vitor, que foram uns queridos e nos alimentaram super bem (a comida do Vitor é uma atração à parte).
Com a Comicon como pano de fundo, a minha primeira ida ao Rio-de-Janeiro foi bastante singular. O lançamento da Revista Samba foi lindo, e Brasília tinha uma presença de tanto peso na cidade que era fácil se sentir em casa.  O aniversário da Clara-linda foi rodeado de amigos, e sua casa é praticamente viva de tanta personalidade. Os cupcakes que ela fez deixaram muita saudade.
O show da banda Belle & Sebastian foi delicioso, acabou até em casamento (dos outros, claro). O bazar de calcinhas das meninas da “Avulsa Roupa de Baixo” na lage de um prédio em Ipanema foi uma delícia, regado a cerveja, música boa, comida deliciosa do Vitor e uma vista de tirar o fôlego.
A praia pra quem é brasiliense  é sempre linda, independentemente da quantidade de cocô. As noites eram animadíssimas, com iluminação que rendeu muitas fotos, e a companhia de amigos lindos das duas cidades.
Finalizando, a feira do lixo na praça XV aos sábados é a maior prova de que “O lixo de um é o tesouro do outro”, com quinquilharias que eu particularmente adoro.

A viagem se resumiu a música, comida boa, grandes amigos queridos, foto foto foto, praia, calcinhas, caos, cupcakes, amor, quadrinhos, quinquilharias, beleza, calor.. Impossível não adorar o Rio-de-Janeiro.

(fotos analógicas e digitais.)

Anúncios